A “modelagem” de contingências comportamentais entrelaçadas complexas

Sergio Pavanelli, Felipe Lustosa Leite, Emmanuel Zagury Tourinho

Resumen


O presente estudo buscou investigar os efeitos de um procedimento de aproximação sucessiva na seleção e transmissão de práticas culturais complexas. Estudantes de graduação compuseram duas microculturas, expostas a arranjos de metacontingências, em que a consequência cultural era contingente a tarefas progressivamente mais complexas de escolhas de linhas de uma matriz 10x10.  A cada 20 ciclos de tentativas um novo participante substituía um mais antigo no estudo, caracterizando uma mudança de geração. Para as duas microculturas os dados encontrados sugerem a eficácia do procedimento de aumento gradual da complexidade ambiental na produção de contingências comportamentais entrelaçadas (CCEs) complexas e conferem maior generalidade a resultados previamente relatados. Ainda são necessárias, porém, comparações de microculturas expostas ao aumento gradual da complexidade com o desempenho de microculturas expostas continuadamente ao ambiente mais complexo. Também merece discussão o fato de que a “modelagem” de CCEs complexas no presente estudo diferiu de algumas instâncias de modelagem de respostas operantes, no sentido de que, nas primeiras, o processo consistiu de aumentar a probabilidade de entrelaçamentos previamente existentes, enquanto, para as últimas, em alguns casos, trata-se, inicialmente, de produzir a topografia alvo.

Palabras clave


seleção cultural, metacontingências, aproximação sucessiva, práticas culturais complexas, transmissão cultural

Texto completo:

PDF