DINÂMICA DA QUALIDADE DA ÁGUA E DA COMUNIDADE PLANCTÔNICA EM LAGOAS DE POLIMENTO. ESTUDO DE CASO NO SUDESTE BRASILEIRO

R.K.X. Bastos, F.L. Dornelas, E.N. Rios, D.B. Ruas, W.Y. Okano

Resumen


Um sistema de lagoas de polimento, como pós‐tratamento de efluente de um conjunto reator UASB ‐ biofiltro aerado submerso para o tratamento de esgoto doméstico no município de Viçosa, Minas Gerais, Brasil, foi analisado no que diz respeito à dinâmica da qualidade da água e da comunidade fitoplanctônica e zooplanctônica. O estudo incluiu diferentes configurações geométricas e hidráulicas do sistema de lagoas, evidenciando desempenhos diferenciados. Chlorella e Euglena foram os gêneros dominantes na comunidade fitoplanctônica; rotíferos, cladóceros e copépodes, os dominantes na comunidade zooplanctônica. Em ambos os casos, a dominância de gênero esteve associada à posição da lagoa na série e à respectiva qualidade da água. As populações das comunidades fitoplanctônica e zooplanctônica mostraram‐se inversamente relacionadas, indicando pressão de herbivoria do zooplâncton sobre o fitoplâncton.

Palavras‐chave: DBO, clorofila, fitoplâncton, nutrientes, zooplâncton.


Palabras clave


DBO, clorofila, fitoplâncton, nutrientes, zooplâncton.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2010.3.1.23793