INFLUÊNCIA DA VARIAÇÃO DA RAZÃO MOLAR METANOL/ÓLEO E DO CATALISADOR NAS CONCENTRAÇÕES DE AMÔNIA E FÓSFORO DAS ÁGUAS DE LAVAGEM OBTIDAS NA ETAPA DE PURIFICAÇÃO DO BIODIESEL

Erika de Almeida Sampaio Braga, Marisete Dantas de Aquino, Carlos Márcio Soares Rocha, Anne Kamyle Carneiro Leite

Resumen


O biodiesel, é um combustível derivado de fontes renováveis e, pode ser obtido por diferentes processos, mas a transesterificação, que consiste de uma reação química entre óleos vegetais ou gorduras animais com um álcool na presença de um catalisador, é o processo mais utilizado. Os parâmetros, temperatura de 60ºC e razão molar metanol/óleo vegetal 6:1, tem se definido como uma condição padrão para a reação de transesterificação metílica. O presente estudo teve como objetivo observar a influência da variação da razão molar entre o óleo e o álcool e do catalisador nas concentrações de amônia e fósforo das águas de lavagem provenientes da etapa de purificação do biodiesel usando como matéria-prima o óleo bruto de soja. Depois da reação de formação do biodiesel e separação da glicerina, o biodiesel produzido foi lavado com água destilada três vezes, para diminuição dos residuais das impurezas provenientes da reação de transesterificação. Foram selecionados parâmetros: amônia total, fósforo total, por serem constituintes presentes no óleo. Também foram determinados os valores de pH. Para a realização das análises seguiram-se as diretrizes gerais do Standard Methods for Examination of Water and Wastewater (APHA, 2005). Observaram-se que as concentrações de amônia e fósforo nas águas de lavagem são influenciadas pela variação da razão molar óleo e álcool, decrescendo das 1ª para as 3ª águas de lavagem.

Palavras Chave: águas de lavagem; biodiesel; transesterificação


Palabras clave


águas de lavagem; biodiesel; transesterificação, biodiesel, transesterification, washing water

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2012.5.2.32644