MINIMIZAÇÃO DA POLUIÇÃO DA ÁGUA NO PROCESSO DE REFINO DO PETRÓLEO

Carlos Enrique de M. Jerônimo, Elias Andrade Braga, André Paulo Santos Novato, Carlos Eduardo Santos Costa, Fábio Merçon

Resumen


Nos tempos atuais de economia e de poluição globalizada, a palavra de ordem das empresas é a maior produtividade, com uso adequado da água disponível, reuso de efluentes, processos industriais mais confiáveis e redução de impactos sobre o meio ambiente. Na indústria do refino de petróleo não é diferente. É cada vez maior a necessidade de um gerenciamento mais eficiente dos recursos hídricos tendo em vista as enormes quantidades de água utilizadas e, por conseqüência, a grande geração de efluentes. Neste trabalho buscou-se identificar oportunidades de produção mais limpa, mediante melhorias operacionais e comportamentais no gerenciamento dos recursos hídricos em refinarias de petróleo brasileiras. Essas oportunidades buscam eliminar, reduzir, tratar e dispor os efluentes gerados nas refinarias. O diagnóstico realizado em duas refinarias brasileiras apresentou oportunidades para o reaproveitamento e a segregação de águas pluviais, redução na carga de poluentes nos efluentes na sua fonte de geração e algumas intervenções para redução do desperdício de vapor. O trabalho demonstra que economicamente a redução nos desperdícios de água é uma estratégia viável e impactante sob o ponto de vista ambiental.

Keywords: Clean Production, water and oil refining.


Palabras clave


Clean Production, water and oil refining.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2012.5.2.32649