ESTUDO OPERACIONAL COMPARATIVO EM DIFERENTES CONCEPÇÕES DE ETEs EM FORTALEZA

José Reges da Silva Lobão, Marisete Dantas de Aquino, Raimundo Oliveira de Souza, Renato Teixeira Moreira, Francisco Chagas da Silva Filho

Resumen


O artigo estabelece uma análise crítica sobre a qualidade do tratamento de efluentes em Fortaleza, relativos às seguintes ETEs: Aracapé III, São Cristóvão e Almirante Tamandaré. Os parâmetros analisados foram a Demanda Química de Oxigênio (DQO), a Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO) e os Sólidos Suspensos Totais (SST). Também verificou-se a variabilidade amostral dos efluentes ao tratamento de esgotos, para os parâmetros DBO, DQO e SST. Foram efetuadas abordagens analíticas, através de tratamento estatístico dos dados obtidos, bem como a contribuição para a aproximação das metodologias de projeto com alterações das variáveis envolvidas na atuação das ETEs estudadas. A metodologia adotada foi à inspeção e a experimentação, qualitativa e quantitativa de parâmetros, compreendendo a avaliação da eficiência operacional e da confiabilidade.

Palavras chave: análises de confiabilidade, tratamento de esgoto, meio ambiente.


Palabras clave


análises de confiabilidade, tratamento de esgoto, meio ambiente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2013.6.2.41073