A PERCEPÇÃO DO SANEAMENTO NA ILHA MAMANGAL, MUNICÍPIO DE IGARAPÉ – MIRI, PARÁ

Francisca Nara da Conceição Moreira, Márcia Valéria Porto de Oliveira Cunha, Adiel José da Cunha Júnior

Resumen


O trabalho em questão teve como objetivo analisar a percepção do saneamento dos moradores da Ilha Mamangal, município de Igarapé Miri - Pará, quanto ao acesso e a disponibilidade de saneamento básico. Para tanto, foi realizada a aplicação de questionários semiestruturados em 215 domicílios distribuídos em cinco comunidades na ilha, a fim de conhecer o perfil dos moradores e as condições de saneamento local. Além dos questionários, também foram consideradas observações importantes de campo, sendo constatada a falta de saneamento básico na ilha. Todos os entrevistados, independente do nível de escolaridade, identificaram os problemas ocorridos pela ausência do saneamento e seus impactos na saúde pública. Desta forma, o estudo propôs sugestões de melhorias, as quais devem ser viabilizadas pelo poder público junto a cada comunidade. Além disso, este trabalho foi disponibilizado aos líderes comunitários e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da ilha, a fim de que essas contribuições possam auxiliar na busca por melhorias sanitárias para a ilha.


Palabras clave


abastecimento de água; sistema sanitário; resíduos sólidos; saúde pública

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2019.12.2.61402