INFLUÊNCIA DA FONTE PRIMÁRIA DE CARBONO E DE MACRONUTRIENTES NA REMOÇÃO DE ÍNDIGO CARMIM POR Aspergillus Niger EM REATOR DE ESCOAMENTO CONTÍNUO

Carolina de Oliveira Marinho, Bárbara Chaves Aguiar Barbosa, Carlos Ronald Pessoa Wanderley, Glória Marinho, Kelly de Araújo Rodrigues Pessoa

Resumen


Foi avaliada a influência da fonte primária de carbono e de macronutrientes sobre a eficiência de reator fúngico de escoamento contínuo na remoção de corante índigo carmim (100 mg/L). Aspergillus niger foi a espécie inoculada no reator que foi operado, sob tempo de detenção hidráulica de 12 h, em três fases: fase I - adição de 1 g/L de glicose e macronutrientes; fase II - adição 0.5 g/L de glicose e macronutrientes e fase III - adição de 0.5 g/L de glicose e ausência de macronutrientes. As remoções médias de corante e de matéria orgânica nas fases I, II e III foram, respectivamente, de 93% 98%, 36% e 65% e 74% e 35% e as de nitrogênio amoniacal foram de 30%, 12.5% e 96%, respectivamente, nas fases I, II e II. O nitrato foi removido com menor eficiência que o nitrogênio amoniacal nas fases I e II, exceto na fase III, quando ambos foram removidos com eficiência média de 96%. A maior massa de corante afluente foi removida pela via biológica. Os resultados indicaram ainda que houve melhor remoção de corante quando glicose e de macronutrientes foram adicionados ao meio, sendo o desempenho prejudicado quando a solução de nutricional teve sua adição suprimida (fase III). Isto mostrou que a eficiência do sistema quanto à remoção do corante foi influenciada pela adição extra de nutrientes, assim como pela concentração do cossubstrato (glicose), demonstrando o potencial da tecnologia para uso no tratamento de efluentes têxteis.


Palabras clave


corante têxtil; cossubstrato; micorremediação; reator contínuo

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2022.15.1.76581